Número total de visualizações de página

quinta-feira, 5 de junho de 2014

Homenagem a Carlos Ribeiro


"A Academia das Ciências de Lisboa, em parceria com a Câmara Municipal de Oeiras, está a promover um Seminário de Homenagem a Carlos Ribeiro, pela ocasião do segundo centenário do seu nascimento. O evento terá lugar na Academia das Ciências de Lisboa no próximo 23 de Junho. No seminário será feita a apresentação do volume nº 20 dos Estudos Arqueológicos de Oeiras, “Carlos Ribeiro (1813-1882), geólogo e arqueólogo”.

PROGRAMA
14.30 h – Abertura, pelo Vice-Presidente da Academia das Ciências de Lisboa e Presidente da Classe de Ciências, Prof. Eng. Luís Aires-Barros
14.45 h – João Bigotte Chorão, “Camilo em seara alheia”
15.00 h – João Luís Cardoso, “Carlos Ribeiro, a segunda parte da “Descripção do solo quaternario das bacias hydrographicas dos rios Tejo e Sado, o Homem terciário e os concheiros mesolíticos das ribeiras de Magos e de Muge”
15.30 h – Miguel Telles Antunes, “Carlos Ribeiro (1813-1882) e o suposto solo quaternário”
16.00 h – Manuela Simões, “A obra de Carlos Ribeiro na década de 1857 a 1867 e o problemático abastecimento de água potável à cidade de Lisboa”
16.30 h – Luís Aires-Barros, “Os estudos metalogénicos de Carlos Ribeiro: breves comentários”
17.00 h – M. J. Lemos de Sousa, A. Pinto de Jesus, H. I. Chaminé e C. F. Rodrigues, “Carlos Ribeiro e o carvão em Portugal”
17.30 h – Pausa
18.00 h – Apresentação do volume 20 dos Estudos Arqueológicos de Oeiras, contendo as comunicações apresentadas ao Seminário, bem como outras, relativas aos sistemas de povoamento no território português no Bronze Final, e ainda um conjunto de estudos monográficos sobre sítios arqueológicos da região da Grande Lisboa, destacando-se os relativos ao concelho de Oeiras.
Intervenções do Presidente da Câmara Municipal de Oeiras, Dr. Paulo Vistas e de Raquel Vilaça, “O livro e os seus conteúdos”
18.30 h – Encerramento dos trabalhos

ENTRADA LIVRE
Local: Academia das Ciências de Lisboa. Rua da Academia das Ciências, n.º 19, Lisboa.

Sem comentários:

Enviar um comentário